segunda-feira, 1 de julho de 2019

2° Encontro Regional do Polo Zona da Mata II

Na tarde do dia 26/06, aconteceu no Colégio dos Jesuítas – instituição que mais uma vez cedeu seu espaço para a realização de atividade do PJ Minas – o 2º Encontro Regional do Polo Zona da Mata II, um dos dezesseis polos regionais que compõe o Parlamento Jovem de Minas 2019.



O evento contou com 75 estudantes das cidades de Juiz de Fora, Lima Duarte e Santos Dumont, tendo como objetivos a integração dos estudantes participantes do programa e o nivelamento das informações sobre o processo de discussão das propostas na etapa regional.

O encontro foi aberto com uma apresentação do coral do Colégio dos Jesuítas, regido pelo professor Guilherme Augusto Oliveira. Em seguida aconteceu uma oficina com dinâmicas de integração conduzida pelo professor de teatro Marcos Bavuso, integrante do corpo docente do colégio.




































Concluída a oficina do professor Bavuso, os estudantes foram encaminhados para o auditório, quando o coordenador do PJ Minas em Juiz de Fora e também coordenador do polo regional, Sérgio Dutra; as coordenadoras do PJ de Lima Duarte, Sidirlene Donizetti e Aline Lillian; o monitor do PJ de Santos Dumont, João Vitor Calixto; e a professora do Departamento de Ciências Sociais da UFJF, Christiane Jalles, deram as boas vindas aos estudantes e passaram as orientações para a realização das próximas atividades.






Divididos em três grupos os estudantes foram conduzidos às oficinas ministradas pelos monitores: Clara Freguglia, Denise Moura, Diana Dornelas, Gustavo Pereira, Izabela Lorié, Júlia Andrade, Larissa Carraro e Leone Gabriel Dias, acadêmicos dos cursos de Ciências Sociais da UFJF. As oficinas tinham como objetivo apresentar a dinâmica para as discussões das propostas durante a etapa regional.













Com o término dessas oficinas foi servido aos presentes o lanche compartilhado e em seguida os estudantes retornaram ao auditório para o encerramento do evento pelos coordenadores municipais.

O evento também foi registrado pela JF TV Câmara canal 35.1



segunda-feira, 17 de junho de 2019


PLENÁRIA MUNICIPAL DO PJ MINAS JF 2019 ACONTECEU NO DIA 10/06


No dia 10 de junho ocorreu a Plenária Municipal do Parlamento Jovem de Minas Gerais, no plenário Vereador Afonso Pinheiro da Câmara Municipal de Juiz de Fora. A mesa de abertura foi composta pelo sociólogo do Centro de Atenção ao Cidadão (CAC) da Câmara Municipal e coordenador do PJ Minas no Polo Zona da Mata II, Sérgio Dutra; o professor Jorge Chaloub, do Departamento de Ciências Sociais da UFJF, coordenador dos monitores pela universidade; e os monitores do programa.





Após a abertura os trabalhos foram coordenados pelos monitores e acadêmicos do curso de Ciências Sociais da UFJF Clara Freguglia e Gustavo Pereira, sendo, respectivamente, coordenadora e secretário da mesa. Também auxiliaram nos trabalhos os monitores Izabela Lorié, Joan Rosa dos Santos e Larissa Carrara, responsáveis pela digitação das propostas, e os monitores Aline Alvim e Leone Dias encarregados de acompanhar as votações e a contagem dos votos, além de esclarecerem as dúvidas dos estudantes.

A dinâmica da plenária foi explicada pela coordenadora da mesa, em seguida os relatores eleitos nos Grupos de Trabalhos (GT’s) foram chamados à tribuna para apresentarem a experiência em seus respectivos grupos. Os relatos das discussões nos GT’s seguiram a seguinte ordem: Subtema 1 – Desigualdades socioeconômicas, foi realizado pelo estudante João Vitor Calil Rocha, do Colégio Nossa Senhora do Carmo; Subtema 2 – Violência por motivos étnicos-raciais, pelos estudantes Matheus Augusto Nascimento e Maria Fernanda Hansen, ambos da Escola Estadual Henrique Burnier; Subtema 3 – Direitos às identidades e à diversidade cultural, o relato foi do estudante do Colégio dos Jesuítas, Carlos Dondici da Silva.








Após a fala dos relatores, o secretário da mesa fez a leitura das onze propostas em debate, solicitando em cada uma delas a manifestação dos presentes quanto aos seus pedidos de destaque.

















Sessenta e três estudantes estiveram presentes para representarem as escolas: Escola Estadual Dilermando Costa Cruz, Colégio Nossa Senhora do Carmo, Colégio Tiradentes da Polícia Militar MG, Colégio dos Jesuítas e a Escola Estadual Henrique Burnier. Ao fim das discussões, foram priorizadas seis propostas, duas de cada subtema, as quais serão encaminhadas para a etapa regional do Polo Zona da Mata II, integrado pelos municípios de Santos Dumont, Lima Duarte e Juiz de Fora.
           
As propostas aprovadas foram:
Subtema 1: Desigualdades socioeconômicas
1.    Instituição de políticas públicas que retratem a desigualdade socioeconômica por motivos étnico-raciais como derivada de fatores históricos, fomentando debates acerca do assunto.
2.    Criação de uma comissão, que atue dentro das empresas cuja função é fiscalizar possíveis diferenças salariais entre os funcionários, a não contratação e outras ações provenientes de diferenças étnico-raciais e aquelas que praticarem tais atos estarão sujeitas a multa.
Subtema 2: Violências por motivo étnico-racial
3.    Criação de órgão filiado às entidades governamentais que forneçam atendimento e informações sobre como proceder e identificar violência por motivo étnico-racial, realizando cobrança para que haja rigor e atendimento tanto para a vítima quanto para o agressor, através de oficinas instrutivas.
4.    Obrigatoriedade de contratação, por parte do Estado, de psicólogos que atuem diretamente dentro das escolas públicas. O número de vagas a serem preenchidas por esses profissionais, em cada escola, será definido pelo total de estudantes de cada instituição de ensino.
Subtema 3: Direito às identidades e à diversidade cultural
5.    Criação de uma feira comercial acessível ao público e às escolas estaduais, com estandes e palestras, que representem a história e cultura de minorias étnico-raciais, voltada à conscientização do direito à identidade e diversidade, com a valorização do patrimônio imaterial e cultural, além da culinária.
6.     Incluir, obrigatoriamente, no ano letivo eventos voltados à conscientização do direito a identidade e diversidade cultural, tais como: semanas culturais com enfoque na questão étnico-racial, entre escolas do Estado, com fim de valorizar o patrimônio imaterial e a cultura de minorias do estado de Minas Gerais.

Concluída as discussões e priorização de propostas iniciou-se a apresentação pelas escolas das sugestões de temas para a edição 2020 do Parlamento Jovem de Minas. O Colégio Jesuítas apresentou o tema Discriminação LGBTTQI+ Fobia, a Escola Estadual Henrique Burnier propôs o tema Homofobia, o Colégio do Carmo indicou o tema Acessibilidade, o Colégio Tiradentes sugeriu Problemas enfrentados por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e a Escola Estadual Dilermando Costa Cruz defendeu o tema Meio Ambiente.



























Tendo em vista o conteúdo semelhante de dois temas, a mesa condutora dos trabalhos, em acordo com os presentes, apresentou um compilado em três temas para a votação: 1- LGBTTQI+ Fobia, 2- Problemas enfrentados por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e 3- Meio Ambiente.

A votação registrou os seguintes votos: tema 1, 33 votos; tema 2, 06 votos, e tema 3, 22 votos. Assim, o tema a ser sugeridos pelo PJ Minas JF para a etapa regional será LGBTTQI+ Fobia.







A JF TV Câmara também registrou a plenária.